Benefícios da tecnologia Bt


A biotecnologia agrícola constitui um dos principais avanços tecnológicos do setor das últimas décadas e trazem benefícios para o cenário agrícola. Especialmente, quando consideramos as plantas contendo proteínas inseticidas, derivadas da bactéria Bacillus thuringensis (Bt). A tecnologia Bt proporciona ao produtor rural uma valiosa ferramenta no controle de pragas.

No Brasil, a introdução dessa tecnologia ocorreu em 2005, com a aprovação e lançamento de uma variedade de algodão. O milho resistente a insetos (RI) foi aprovado em 2007, a soja em 2010 e, desde 2017, a cana-de-açúcar também pode contar com essa ferramenta. Desde a sua introdução no mercado, a tecnologia Bt passou a ser rapidamente empregada no campo, tornando-se uma das alternativas mais importantes para o manejo integrado de pragas.

Dentre os benefícios destacam-se aqueles decorrentes da eficiência de controle e da proteção conferida às plantas transgênicas ao ataque de pragas, incluindo a possibilidade de suprimir as pragas regionalmente, expandindo-se além das lavouras Bt para campos de lavouras não Bt. Além disso, com as variedades Bt existe maior simplificação e flexibilidade no manejo das lavouras, reduzindo o risco produtivo.

Investimento em tecnologia traz muitos benefícios

Ao optar por variedades de plantas Bt, o produtor:

  • Mantém a lavoura mais sadia devido ao menor ataque de insetos-praga. Isso melhora a qualidade da safra gerando ganho de eficiência;
  • Diminui o número de pulverizações com inseticidas;
  • Reduz riscos de intoxicações com defensivos devido à menor exposição dos trabalhadores;
  • Diminui a produção de micotoxinas (substâncias químicas tóxicas que são produzidas por fungos e atingem plantações como as do milho);
  • Reduz custos de produção devido à redução de gastos com a pulverização (aquisição dos produtos químicos, combustível, mão-de-obra etc.);
  • Contribui com a conservação do meio ambiente devido à menor aplicação dos produtos químicos e menor emissão de CO2 (decorrente da queima de combustível para o tratamento das lavouras);
  • Preserva insetos não-alvo e agentes polinizadores pelo fato de serem altamente específicas para as pragas a que se destinam.

As tecnologias Bt também proporcionam maior segurança ao agricultor ao longo do ciclo da cultura, em relação aos danos econômicos provocados por pragas, menor uso de inseticidas e frequência de pulverizações. A combinação desses fatores se traduz em benefícios financeiros e operacionais que repercutem em ganhos de produtividade e margem aos produtores.

Cuidados para não perder os benefícios

Para que todos esses benefícios possam ser aproveitados por um longo período de tempo é preciso fazer o refúgio corretamente. Refúgio são áreas da lavoura que não possuem a tecnologia Bt. Servem como abrigo para insetos suscetíveis à tecnologia Bt que possam acasalar com insetos resistentes, prevenindo ou retardando a evolução da resistência das pragas.

áreas de refúgio

As proteínas Bt fornecem à planta uma defesa integrada contra os ataques de lagartas e outras pragas do algodão, milho, soja e cana-de-açúcar. As larvas que ingerem a proteína logo param de se alimentar e morrem, normalmente em 48 horas.

Além de reduzir o uso de inseticidas que também podem colocar em risco insetos benéficos, o Bt ajuda a evitar que fungos prejudiciais entrem nas plantas por meio de feridas devido à alimentação das lagartas.