Pesquisa identifica percepções do produtor sobre o uso das tecnologias no campo

O Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB) realizou uma pesquisa com 1250 produtores rurais para traçar um cenário sobre o entendimento dos agricultores em relação às tecnologias mais adotadas na cultura da soja e milho e, identificar como eles percebem o tema de preservação das mesmas no campo.

Entre os resultados obtidos, o CIB chama atenção para o fato de que, embora mais de 90% dos produtores reconheçam a importância de tecnologias de resistência a insetos e tolerância a herbicidas, apenas 60% deles sabem que pode demorar até 15 anos para desenvolver e lançar uma nova biotecnologia.

Outro dado mostrado pela pesquisa é que um número significativo de produtores ainda não realiza passos importantes do manejo. Quando perguntados sobre as práticas que adotam para preservar as biotecnologias e os químicos que utilizam nas lavouras, apenas 38% responderam que realizam rotação de mecanismos de ação e 43% adotam o refúgio.

Os resultados dessa pesquisa revelam que é preciso promover as boas práticas agrícolas junto aos produtores. É fundamental que o produtor perceba que a adoção de qualquer tecnologia no campo exige que ele adote medidas para aumentar a longevidade dos produtos.

As informações dessa pesquisa foram colhidas em diversas cidades produtoras durante ações do programa Boas Práticas Agronômicas que podem ser acompanhadas aqui neste site.



Eventos