Debate sobre custos de produção dá o tom do Fórum Soja Brasil em Não-Me-Toque

A safra 2017/2018 de soja já está quase no fim, entretanto, para os produtores, esse não é momento de descansar, mas de pensar nos custos da próxima safra. Esse foi um dos principais assuntos discutidos no Fórum Soja Brasil, dia 08 de março, que contou com público de aproximadamente 320 participantes. O evento é realizado durante a Expodireto, uma das principais do agronegócio internacional, organizada pela Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cotrijal) no município de Não-me-Toque, Rio Grande do Sul. A edição de 2018 aconteceu entre os dias 05 e 09 de março.

O debate mais importante girou em torno da manutenção da rentabilidade face aos desafios impostos pela necessidade de preservação de tecnologia, pelo manejo do solo, pelos custos de produção e pelas políticas públicas. A diretora-executiva do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB) e coordenadora do programa Boas Práticas Agronômicas (BOAS), Adriana Brondani, primeira palestrante do Fórum, destacou que a preservação da biotecnologia é uma aliada da rentabilidade. “No curto e médios prazos, não haverá novas sementes geneticamente modificadas (GM) com outras proteínas inseticidas; dessa maneira, é fundamental preservar a eficiência das que já estão no campo para não haver aumento de custos e redução da produtividade”, alertou.

“Está na hora de olhar o sistema como um todo, sem pensar apenas na próxima safra”. Este foi o principal recado do pesquisador do Cepea/Esalq, Mauro Osaki, que mostra alinhamento com o que foi mencionado por Adriana. O pesquisador da Embrapa Henrique Debiase, por sua vez, destacou a importância de se investir em um melhor manejo do solo e fixar os conceitos do Sistema de Plantio Direto.  A palestra que fechou o dia foi a do diretor-presidente do Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio (IBDAgro), Ademiro Vian, que falou sobre políticas públicas no agronegócio.  O debate, além dos palestrantes, contou também o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, o diretor-executivo da Aprosoja, Fabrício Rosa; e com deputado federal Luiz Carlos Heinze.

Não-Me-Toque

Não-Me-Toque está localizada no Planalto Médio do Rio Grande do Sul, a uma distância de 300 quilômetros (km) da capital gaúcha. A cidade já foi conhecida como “Capital da Lavoura Mecanizada” durante as décadas de 1950 e 1960. A partir dos anos 2000, iniciou-se projeto de integração entre as lavouras e máquinas agrícolas e em 2009 a Não-Me-Toque recebeu o título de “Capital Nacional da Agricultura de Precisão”.

Fórum Soja Brasil

O Projeto Soja Brasil é a maior expedição por lavouras de soja já realizada no País e está em sua sexta edição nesta safra 2017/2018. Com a coordenação técnica da Embrapa e participação do programa Boas Práticas Agronômicas (BOAS), o projeto presta consultoria ao produtor brasileiro, que tem acesso a recomendações e técnicas para obter mais produtividade. O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil).

Fonte: Redação BOAS, 09 de março de 2018